Coronavírus gera o maior experimento de trabalho remoto do mundo

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, entre 2017 e 2018, o número de brasileiros que trabalham na própria casa cresceu em 21,1%. Em 2018, 3,8 milhões de trabalhadores faziam home office, ou seja, podem trabalhar de qualquer lugar sem a necessidade de estar presente fisicamente no escritório da empresa. 

Em comparação com 2012, quando o IBGE começou a abordar o tema de Home Office em suas pesquisas, o aumento no número de brasileiros adeptos ao home office foi de 44,4%. Porque estamos falando de trabalho remoto? Porque o mundo está em clima de medo com receio de contrair o novo Coronavírus (COVID-19), e trabalho remoto é uma das grandes respostas para que o trabalho continue sendo possível nos escritórios das empresas, normalmente com uma concentração alta de trabalhadores por metro quadrado.

Por isso, muitas empresas que ainda não eram adeptas do home office, estão sendo obrigadas a se adaptar e a implementar a política, mesmo que temporariamente. Escritórios com aglomerado de pessoas fechadas no ar condicionado e principalmente empresas que atendem os clientes fisicamente são espaços perfeitos para disseminar a contaminação. 

No Brasil já temos confirmados inúmeros casos nos grandes centros urbanos onde estão a maioria das empresa e a tendência é aumentar exponencialmente. Nesse contexto, as empresas têm enorme responsabilidade, seja com ações para evitar a propagação do vírus no próprio ambiente, seja para compartilhar informações de credibilidade. 


Vamos discutir neste artigo duas vertentes importantes: home office como alternativa de prevenção e campanhas de incentivo a higienização adequada para os trabalhadores que precisa fazer trabalho obrigatoriamente presencial em época de coronavírus.

  1. Home office como opção 

Apesar de estar crescendo o número de empresas e profissionais adeptos ao trabalho remoto por todo o mundo, algumas empresas mais tradicionais ainda são resistentes a adotar a prática. Entretanto, diante da pandemia de coronavírus, as empresas estão sendo forçadas a liberar o trabalho remoto para seus colaboradores, ainda que temporariamente.

Alguns gerentes temem que o distanciamento do escritório da empresa diminua a produtividade de seus funcionários. Entretanto, um estudo da Universidade de Stanford na Califórnia, demonstra o contrário:

Um estudo de 2015 da Universidade Stanford, na Califórnia, revelou que a produtividade entre funcionários de call center da agência de viagens chinesa Ctrip aumentou 13% quando trabalhavam de casa devido a menos pausas e ambientes de trabalho mais confortáveis.

(Fonte: EXAME)

Realizar as atividades a distância cria uma nova dinâmica nas relações de trabalho, inserindo novas formas de trabalhar, se comunicar, acompanhar metas e avaliar desempenho.

Nem todas as funções podem ser desempenhadas fora da sede da empresa, mas aquelas elegíveis ao trabalho remoto, podem ser direcionadas a nova dinâmica, com ganhos para empregadores e empregados.

O treinamento adequado e acesso a ferramentas que facilitem a dinâmica deste tipo de trabalho podem elevar a qualidade de vida do profissional resultando em melhoria da produtividade e desempenho das tarefas. 

A grande diferença do trabalho remoto em relação ao trabalho presencial é a flexibilidade da carga horária. As metas e atividades desempenhadas continuam com a mesma demanda para o trabalho remoto e o não-remoto. 

Quais as vantagens do home office para a empresa?

Erroneamente, muitas empresas acreditam que ter os colaboradores por perto ajuda no gerenciamento do trabalho a ser feito e na gestão do próprio funcionário. Acreditam que por estarem no escritório, os colaboradores vão produzir mais e melhor. A visão ultrapassada de que para ter controle de tudo e todos na empresa é preciso que o gestor esteja vendo o trabalhador desempenhar suas atividades, quase uma espécie de vigia, não se encaixa mais no mercado atual.

Na verdade, com ferramentas adequadas,  o trabalho a distância melhora significativamente a gestão da equipe. O diálogo e interações entre equipes, muitas vezes deficientes nas empresas, são impulsionados pelas ferramentas de comunicação online, sempre a disposição dos profissionais. 

O acompanhamento de progresso e informações referentes aos projetos, ao contrário do que se imagina, não se perde. Muito pelo contrário, é intensificado uma vez que todo material produzido pode ser compartilhado e armazenado em ambiente online da própria empresa. Assim, ricos históricos são automaticamente gerados, facilitando a prática de feedbacks e análises.

Com o nível de estresse menor e maior comunicação entre os colaboradores, a produtividade tende a aumentar. Imagina ganhar 4h por dia que seriam normalmente perdidas no trânsito de casa ao trabalho? Com esse tempo, o funcionário pode ajustar seu cronograma de atividades de modo que consiga conciliar as entregas profissionais com os compromissos familiares, de saúde e até mesmo se dedicar a aspectos da carreira, como dedicar parte do seu tempo a treinamentos e especializações.

Como deve ser a rotina das empresas que optam pelo trabalho remoto?

Nesse contexto, a motivação e engajamento se tornam mais intensos e presentes, tornando os funcionários mais dedicados ao trabalho. O discurso é muito bonito, mas para colocar em prática algumas ferramentas são fundamentais para garantir a efetividade do home office.

Assim como acontece nos escritórios físicos, onde a descrição e desenvolvimento das metas deve acontecer da forma mais clara possível antes ser ser repassada a um colaborador, os profissionais remotos também precisam dessa atenção. A atenção que os líderes precisam dar para profissionais remotos deve ser muito maior, uma vez que decisões que acontecem em reuniões, corredores, etc não chegam aos profissionais remotos. As atividades e expectativas devem ser minuciosamente detalhadas, obrigatoriamente por escrito.

Mesmo que o trabalho possa ser desenvolvido online, é fundamental a aproximação entre gestores e colaboradores. Reuniões presenciais ou feitas por teleconferência entre equipes, líderes e liderados devem ser frequentes. 

O ideal é que as equipes estabelecem rotina de reuniões diárias e reuniões semanais, de acordo com o tema, para fazer alinhamentos e garantir os recursos necessários para que o profissional possa desenvolver plenamente suas atividades. As métricas e aplicação de ciclos de avaliação de desempenho vão variar conforme a dinâmica da empresa e das funções envolvidas. 

Plataformas que facilitem os canais de comunicação corporativa, acompanhamento de progresso de metas e estimulem a troca de feedbacks trazem grandes avanços para a estrutura tradicionais e ainda mais para dinâmicas de trabalho remoto. Saiba mais sobre os recursos necessários para períodos de trabalho remoto:

  • Equipamentos eletrônicos

Garanta que seus funcionários tenham acesso aos equipamentos necessários para que ele desempenhe sua função remotamente, como por exemplo smartphone, computador e uma boa conexão à internet.

  • Hangouts

O Hangout é uma plataforma gratuita do Google em que podem ser feitas transmissões online com vários participante. É possível compartilhar a tela e enviar mensagens. Como já mencionamos, a comunicação é essencial e o hangout pode ser uma alternativa para que  gestor e colaborador fortaleçam a comunicação e alinhamento essenciais em ambiente tradicional e pré-requisito para trabalhos remotos. Outras plataformas recomendadas sao Skype, Zoom ou Teams, da Microsoft.

  • Agenda compartilhada

A agenda virtual pode ser um grande aliado do home office. Também gratuito, o Google Agenda traz campos para anotações, lembretes e alarmes, que auxiliam o colaborador a se atentar aos prazos estabelecidos para o desenvolvimento de projetos. Também, com a agenda virtual, todas as alterações são compartilhadas com os demais membros, deixando todos a par das mudanças e da inserção de novas atividades.

Plataforma de Gestão

Gerenciar os funcionários a distância exige também ferramentas diferenciadas. A Feedback House é uma plataforma cloud para empresas desenvolverem seus times em tempo real. A Feedback é uma ferramenta com diversos módulos, entre os que se destacam para trabalho remoto: registro e acompanhamento de progresso de metas; feedback contínuo, 1a1, avaliações de desempenho; comunicação interna; pesquisa entre outras soluções. 

Acompanhando a tendência mundial de trabalho remoto, além da versão web, temos o aplicativo da Feedback House para Androids e iOS. Com usabilidade simples, agradável e acessível, além dos gestores e colaboradores, os profissionais das áreas de Recursos Humanos e Gestão de Pessoas também serão beneficiados com a agilidade e engajamento proporcionados pela ferramenta.

  1. Como preparar a sua empresa para o trabalho presencial em época de coronavírus?

Infelizmente, nem todas as posições na empresa são adaptáveis ao trabalho remoto. Alguns profissionais ainda precisam continuar trabalhando no escritório físico. sico. Além de focarem na comunicação e alinhamento com os profissionais remotos, é preciso que o RH intervenha com ações de cuidado para aqueles trabalhadores cuja função não se adeque ao home office.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, o CDC, publicaram uma cartilha com estratégias recomendadas para que empregados e empregadores saibam como lidar diante da situação.  

Incentive ativamente os funcionários doentes a ficar em casa:

  • Recomenda-se que os funcionários que apresentem sintomas de doença respiratória aguda fiquem em casa e não venham ao trabalho até estarem livres de febre (37,8 ° C.  Os funcionários devem notificar seu supervisor e ficar em casa se estiverem doentes.
  • O CDC recomenda que os funcionários que parecem apresentar sintomas agudos de doenças respiratórias (tosse, falta de ar) ao chegar ao trabalho enviados para casa imediatamente.

Execute a limpeza habitual do ambiente de trabalho:

  • Limpe rotineiramente todas as superfícies tocadas com frequência no local de trabalho, como estações de trabalho, bancadas e maçanetas. Use os produtos de limpeza geralmente usados ​​nessas áreas.
  • Forneça toalhetes descartáveis ​​para que as superfícies mais usadas (por exemplo, maçanetas, teclados, controles remotos, mesas) possam ser limpas pelos funcionários antes de cada uso.

Qual o papel dos profissionais de recursos humanos e gestão de pessoas dentro das empresas?

A contaminação do vírus acontece pelo contato, ou seja precisamos ter cuidados específicos ao tossir e espirrar para restringir o alcance das secreções. Também devemos redobrar a higiene das mãos, uma vez que o tempo todo tocamos em tudo e todos. 

As equipes de recursos humanos e gestão de pessoas das empresas devem estar capacitadas para orientar, tirar dúvidas dos colaboradores e conduzir ações de prevenção. Recomendações:

  • Coloque cartazes que incentivem a ficar em casa quando estiver doente , etiqueta para tossir e espirrar e higiene das mãos na entrada do local de trabalho e em outras áreas onde eles provavelmente serão vistos. Aproveite os canais internos de comunicação!
  • Forneça lenços e recipientes para descarte sem toque para uso dos funcionários.
  • Forneça água e sabão assim como álcool gel em todas as dependências da empresa. Verifique a disponibilidade dos suprimentos adequados para higiene e garanta que todos os funcionários tenham acesso. 
  • Em caso da confirmação de Coronavírus no ambiente de trabalho, o empregador deve procurar as autoridades de saúde e seguir o protocolo exigido para essas circunstâncias.
  • Garanta que suas políticas de licença médica sejam flexíveis e consistentes com as diretrizes de saúde pública e que os funcionários estejam cientes dessas políticas, sem exigir, por exemplo, atestado médico para funcionários ficarem em casa. Dessa forma se evita uma visita desnecessária a um serviço de saúde;
  • Os empregadores devem manter políticas flexíveis que permitam que os funcionários fiquem em casa para cuidar de um membro da família doente.

Todas as políticas de prevenção devem ser comunicadas amplamente e de forma clara. Se for confirmado um caso de coronavírus na sua empresa, comunique a todos de forma transparente, sem expor o colaborador doente. É fundamental que a área de Recursos Humanos estabeleça um canal que garanta a privacidade de eventuais funcionários contaminados. 

Como a Feedback pode te ajudar?

A Feedback House oferece a solução completa para que sua empresa possa se adaptar rapidamente ao trabalho remoto. Com módulos de Comunicação Interna, Feedback, 1a1, Avaliação de Desempenho, Metas e Pesquisa já ajudamos centenas de empresas a aplicar uma gestão moderna, totalmente digital e acessível. 

Através da plataforma, profissionais remotos e o time do escritório podem se comunicar, trocar feedbacks e acompanhar o andamento de projetos tudo em tempo real, garantindo produtividade e assertividade. Fale com um de nossos especialistas e entenda como podemos facilitar a gestão e desenvolvimento de seus colaboradores.